Núcleo de Empreendedorismo e Inovação do Parque Tecnológico Botucatu se reúne para planejar o HUB Sebrae 2017

Foi realizada na terça-feira, 13 de junho, no Parque Tecnológico Botucatu, mais uma reunião do seu Núcleo de Empreendedorismo e Inovação (NEI) para discutir sobre o evento HUB Sebrae 2017. Participaram representantes das instituições de ensino superior da cidade, (Unesp e Fatec), além de profissionais do Sebrae.

No encontro, Henrique Teixeira, consultor do Sebrae, apresentou aos membros do NEI como foi contato com alguns finalistas do programa HUB Sebrae 2016 (Desafio Empreenda Botucatu) para tratar sobre a continuidade dos trabalhos desenvolvidos durante a competição. “A intenção nesse primeiro reencontro, após a competição, foi saber como esses alunos se encontram atualmente e se têm interesse em dar andamento nos projetos”, explicou Teixeira.

Em um segundo momento da reunião, a também consultora do Sebrae Maria Jussara Viersa falou sobre cronograma do programa HUB 2017, o qual foi avaliado pelos participantes. O programa repetirá a mesma metodologia e parceria com a Escola de Negócios Sebrae.

Foi proposto que os professores envolvidos no NEI negociassem em suas respectivas instituições para que os locais da terceira fase do Empreenda Botucatu sejam realizados nas dependências da Unesp e Fatec. “O objetivo dessa negociação é reforçar a ideia de aproximação e familiarização entre as instituições de ensino com o empreendedorismo”, esclarece Carlos Alberto Costa, diretor executivo do Parque Tecnológico Botucatu. Outros assuntos como a definição das datas de alguns pontos da programação e as premiações deste ano ainda serão decididos nos próximos dias.

O diretor executivo do Parque Tecnológico Botucatu tem programado reuniões presenciais com os diretores das universidades parceiras para falar de uma das principais metas do NEI, que é a criação de observatórios nas dependências das faculdades. Trata-se de espaços onde alunos e professores poderão discutir ideias inovadoras que possam se transformar em produtos para atender as principais demandas do mercado. A proposta inicial é que sejam criados três observatórios, sendo dois na Unesp (câmpus de Rubião Júnior e do Lageado) e na Fatec.

“Na minha conversa com os diretores, falarei sobre a importância de incentivarmos o empreendedorismo dentro do ambiente universitário e também abordarei a importância dos observatórios, que demandarão uma pequena estrutura, de uso comum, que servirá de ponto de encontro para os interessados em empreender, sejam professores ou alunos. Nesses espaços, poderão acontecer reuniões, inclusive apoiar as atividades de mentoria com os representantes do Sebrae e do Parque Tecnológico, por exemplo”, destaca Carlos Costa.

Agência 4toques comunicação

PARQUE TECNOLÓGICO BOTUCATU
Rod. Gastão Dal Farra, Km 07+184 Metros CEP 18605-525-Jd Aeroporto - Botucatu/SP
Fone: (14) 3813-3629
E-mail: contato@parquebtu.org.br