Parque Tecnológico recebe encontro sobre "Acidentes Causados por Animais Peçonhentos"

O Parque Tecnológico Botucatu recebe nesta quinta-feira (7), das 8 às 14 horas, a primeira edição do Encontro de Vigilância Ambiental em Saúde de Botucatu/SP cujo tema é "Acidentes Causados por Animais Peçonhentos”. O evento é organizado pela Vigilância Ambiental em Saúde de Botucatu, Grupo de Vigilância Epidemiológica da Saúde do Estado de São Paulo e Núcleo Hospitalar de Epidemiologia da UNESP de Botucatu, com o apoio do Centro de Estudo de Venenos e Animais Peçonhentos da Unesp de Botucatu (Cevap).

Os participantes terão a oportunidade de se informar sobre as normativas, características dos animais peçonhentos, além de cuidados e orientações. No período da manhã, serão ministradas palestras sobre o tema. Já no período da tarde, está programada uma visita ao Museu/Serpentário do Centro de Estudo de Venenos e Animais Peçonhentos da Unesp de Botucatu.

Os acidentes causados por animais peçonhentos, em particular com cobras, foram incluídos pela Organização Mundial da Saúde na lista das doenças tropicais que atingem, na maioria dos casos, populações pobres que vivem em áreas rurais. Os casos têm sido registrados com frequência pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), que tem preocupado as autoridades de Saúde de todo o país.

A partir das análises dos dados do SINAN, a vigilância epidemiológica é capaz de identificar a quantidade de soros que devem ser distribuídos às Unidades de Saúde, além de determinar pontos estratégicos de vigilância, estruturar as unidades de atendimento aos acidentados, elaborar estratégias de controle desses animais, entre outras ações.

8h00 – Abertura

8h30 – 9h10: “Identificação de Animais Peçonhentos” Leonardo Melo (Especialista em Animais Peçonhentos – Pós Graduando em Pesquisa Clínica – CEVAP)

9h10 – 9h50: “Aspectos Clínicos dos Acidentes Causados por Animais Peçonhentos” Drº Benedito Barraviera (Professor Titular do Departamento de Doenças Tropicais e Diagnóstico por Imagem da FMB UNESP Botucatu/SP e Pesquisador e Editor Chefe do CEVAP)

9h50 – 10h30: “Abelhas Africanizadas: Meio Ambiente e Saúde Pública” Ricardo de Oliveira Orsi (Professor Assistente Doutor no Departamento de Produção Animal na FMVZ - UNESP e Vice Coordenador Executivo do CEVAP)

10h30 – 10h50: “Coffe Break”

10h50 – 11h30: “Agravos Causados por Abelhas Africanizadas e Soro Antiapilico” Drª Monica Bannwart (Médica Infectologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP - Botucatu/SP)

11h30 – 11h50: “Vigilância Epidemiológica dos Acidentes Causados por Animais Peçonhentos” Maria Lucia Vieira da Silva Cesar (Médica Veterinária do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo – GVE XVI)

11h50 – 12h30: “Ações Desencadeadas a partir das Notificações de Agravos Causados Por Animais Peçonhentos” Valdinei Moraes Campanucci da Silva (Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal - Vigilância Ambiental em Saúde – Secretaria Municipal de Saúde – Botucatu/SP)

14h00-16h30: “Visita Monitorada Museu/Serpentário do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos - CEVAP Equipe CEVAP – Fazenda Lageado UNESP Campus de Botucatu/SP

Fonte: Prefeitura de Botucatu

PARQUE TECNOLÓGICO BOTUCATU
Rod. Gastão Dal Farra, Km 07+184 Metros CEP 18605-525-Jd Aeroporto - Botucatu/SP
Fone: (14) 3813-3629
E-mail: contato@parquebtu.org.br